quinta-feira, 30 de abril de 2009

Gripe Suína X Informação X Imperialismo = ...


Como se não bastasse a crise econômica abalar com as estruturas mundiais, agora temos a ameaça de uma pandemia de gripe suína. Os primeiros casos de óbito pela gripe foram detectados no México há duas semanas. As autoridades mundiais em saúde culpam esse país pela demora na divulgação da doença. A queixa maior é dos Estados Unidos, vizinho do México, o qual já ocupa o 2º lugar do número de infectados. Além do terror com a situação, destacamos dois pontos curiosos: o papel da informação e a postura dos países envolvidos (primeiros). Para informação apontamos a importância da velocidade de obtenção dos dados de detecção, controle e prevenção da doença, isso a nível mundial! Nesse sentido, a detecção e controle da gripe esbarraram na questão tecnológica dos laboratórios mexicanos. No início da crise não havia no México laboratórios capazes de detectar a doença; esses só existiam no vizinho americano! Pra piorar, os resultados laboratoriais podem demorar dias! E quanto à postura dos países envolvidos, frisamos a dos Estados Unidos... Aterrorizados com o mal iminente o governo americano rapidamente (speed) instalou um laboratório de análises clínicas na cidade do México e intimou as principais indústrias farmacêuticas mundiais para desenvolverem o quanto antes vacinas que detenham a ameaça de pandemia. Percebe-se um empenho especial do tio Sam, afinal de contas, o perigo mora ao lado! Não questionamos as práticas justas e preventivas da “maior Nação do Mundo” em proteger seu povo. Em nossos devaneios perguntamos: como estaria então a questão da Aids se os Estados Unidos pertencesse ao continente africano? Temos acesso a toda informação do caso da gripe suína? A quanto tempo de fato começou os primeiros casos? ...

Abração

Pedro Manoel

3 comentários:

Susyleide disse...

Pedro! adorei seu texto. E eu penseu que estava bem informada sobre o assunto. Mas, vejo que não. Agora vou sempre fazer isso... jornais reconhecidos + o Blog de Pedro Manoel! É verdade!

Ively Almeida disse...

Pedrinho, permita-me re-fazer a sua pergunta final da seguinte forma: A quem interessa a cura da AIDS?? Com certeza não é de interesse dos donos do capital, as indústrias farmacêuticas, as megas corporações que financiam as pesquisas mais promissoras em termos de possibilidades comerciais. Fabricar remédios é um negócio altamente lucrativo. É de se supor que tantos avanços científicos no mundo as doenças deveriam ser erradicadas ao invés de surgirem outras, (como agora a gripe suína), mas ocorre que a indústria farmacêutica não pode aumentar os seus lucros com uma população mundial sadia...
Mas nem tudo está perdido, louvemos a Deus! As escrituras estão se cumprindo!

“...e haverá fomes, pestes e terremotos em vários lugares” MT 24.7

Bjo
Ively

Cristiane Alberto disse...

Pedrinho,

as relações de poder estão em todos os níveis sociais, públicos e privados. Mas a disseminação "estratégica" da informação, por parte de grupos dominantes, tem se revelado a forma mais esmagadora de dominação e poder de todos os tempos. A informação É, na sociedade atual e o excesso de acesso, não nos garante isonomia.

Beijos.
Cris.