sexta-feira, 7 de dezembro de 2007

Mudanças...


Encarar as mudanças como parte natural da vida é um comportamento necessário para o crescimento pessoal e profissional. Afinal, “tudo muda a toda hora!” Já é lugar comum saber que a mudança é ironicamente a única condição imutável. Neste contexto, cabe uma questão: estamos preparados para as mudanças? E mais, é possível evitar o desconforto do novo e do desconhecido? Muitos gurus da “Nova Era” afirmam que sim. E chegam a dar algumas “receitas milagrosas” bem no formato de auto-ajuda. Com isso, cresce cada vez mais um filão de mercado deste tipo de literatura. Que por sua vez, gera mais paranóias, desconfianças e ameaças invisíveis. Cria-se um desespero coletivo na busca pelo controle de situações imaginárias. Muitas vezes, atropelam-se modelos sociais mínimos de convivência. Uma coisa é certa angústia e desespero não resolve nada! A saída é um novo paradigma de comportamento mais ético. Desta forma, independente dos resultados das mudanças acredito que o respeito ao ser humano esteja garantido.
Grande abraço
Pedro

2 comentários:

Tati Gomes disse...

Muito bom...
mudanças sempre são construtivas por mais bruscas que sejam, assim, podemos ter um grande aprendizado. Eu, particularmente vivo metamorfoseando, pois assim tenho possibilidade de não levar a vida no acomodamento.
Bye
Tati

Ively disse...

Como já disse Lulu Santos numa música: “Nada do que foi será de novo do jeito que já foi um dia. Tudo muda o tempo todo no mundo...”
Realmente, nada é fixo neste mundo, e é melhor que não seja! Pois seria um infinito tédio.
Entretanto, as pessoas estão sempre evitando ou protelando as mudanças, por insegurança, medo, comodismo... e com isso, perdem ótimas oportunidades. Como diz o poeta: “Falta coragem até para ser feliz”. Sabemos que o novo assusta, e que mudanças são riscos, mas viver também é um risco, e viver intensamente, muitas vezes significa mudar e conviver com os riscos.
Creio que o modo ou a maneira de encarar as mudanças, é que faz toda a diferença. Se não estamos felizes com alguma coisa, por que não mudar?! Afinal, devemos e necessitamos evoluir sempre e crescer. A mudança acontece primeiro dentro da gente.
Contudo, é preciso coragem para virar a própria mesa, estar preparado para romper paradigmas e sair da ‘caverna’, pois a vida acontece fora dela.
É enfrentar, viver e saborear cada mudança que a vida lhe oferecer.
Bjo GRANDE
Ively